Como Socorrer Alguém na Hora do Engasgo
22/04/2019

Modelo que morreu na SPFW viajaria para Milão e estrelaria grande comercial

Segundo agente, médicos suspeitam que Tales Cotta teria algum problema congênito.

“Era um menino muito legal e sorridente”. É assim que o agente Rogério Campaneli, da Base MGT, define o modelo mineiro Tales Cotta , que morreu neste sábado, aos 26 anos, após um mal súbito no desfile da grife Ocksa, na São Paulo Fashion Week. Responsável pela carreira do rapaz na capital paulista, Rogério acompanhou de perto os trâmites legais do caso.

— Acabei de voltar do hospital, fui levar o boletim de ocorrência — diz o agente. — Os médicos suspeitam que Tales pudesse ter algum problema congênito. Pelos vídeos, eles acreditam que ele morreu na passarela. Foi tudo tão rápido: ele deu um beijo no amigo que estava mais atrás na fila, nos bastidores, andou e caiu…

Tales Cotta morreu após um mal súbito na passarela Foto: Alexandre Schneider / Getty Images

Tales Cotta morreu após um mal súbito na passarela. Foto: Alexandre Schneider / Getty Images

LEIA MAIS: ‘Morreu fazendo aquilo que mais amava’, diz agente de Tales Cotta

Receba nossas notícias por email.

Segundo Rogério, o velório e o enterro serão na cidade natal do modelo, Manhuaçu, interior de Minas Gerais, na segunda-feira, quando também deve acontecer uma homenagem ao rapaz, em São Paulo, onde vivia e começava a deslanchar na carreira.

— Como boa parte dos modelos iniciantes, Tales dividia um apartamento, na rua Frei Caneca, com outros quatro meninos. Era um garoto de ouro mesmo. Não era usuário de drogas, como sugeriram na delegacia em que fizemos o B.O.. Como ele era modelo, o delagado recomendou na nossa cara que fosse feito um exame toxicológico — conta.

Tales Cotta sendo atendido na passarela Foto: Alexandre Schneider / Getty Images

Tales Cotta sendo atendido na passarela. Foto: Alexandre Schneider / Getty Images

Engrenando na profissão, o mineiro, escalado para dois desfiles nessa edição da SPFW, tentaria a sorte em Milão em junho, nos lançamentos masculinos para o verão 2020. Na próxima semana, participaria do comercial da Shell.

— Como Tales era vegetariano e teria que comer um hambúrguer no filme publicitário, os produtores estavam procurando uma “carne falsa”. Infelizmente, não deu tempo. “Levaram” a pessoa errada, era realmente um ótimo garoto.

Fonte: O Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco